YoutubeFacebook

Mensagens

O BRASIL ACORDOU? E OS EVANGÉLICOS?

Não só aqui no Brasil (capitais e cidades do interior), mas, também no exterior todos estão acompanhando os protestos de multidões de jovens nas ruas. Será que o Brasil acordou? Na quarta-feira pp., dia do jogo do Brasil, em Fortaleza, era possível ver cartazes transmitindo a seguinte mensagem: “Não é um protesto contra a seleção, mas contra a corrupção”. Tudo parece que começou com os protestos em São Paulo por causa do aumento da tarifa de ônibus de R$ 3,00 para R$ 3,20. Mas, na realidade não é apenas uma manifestação contra o aumento das passagens, mas contra a corrupção, a desonestidade, contra toda forma de violência, contra a PEC 37, contra a má qualidade na educação e na saúde. Muitos estão protestando e questionando sobre os altos gastos com reformas de estádios para a Copa das Confederações e o pouco investimento nas áreas da educação e saúde. Cartazes com frases atacando a polícia e políticos de todos os partidos foram uma das marcas dos protestos.

 
O que estamos assistindo é um povo nas ruas unido, corajoso e perseverante. Uma multidão de jovens de “cara pintada” esbanjando saúde e lutando por um Brasil bem melhor, mais humano, mais justo e sem violência. Eles estão levando para as ruas suas reinvindicações e suas propostas. Apesar de confrontos com a polícia e a presença de alguns anarquistas, uma mensagem está sendo passada para as autoridades: QUEREMOS UM PAÍS DIFERENTE, QUEREMOS TRANSFORMAÇÃO, QUEREMOS MUDANÇAS. Segundo a Presidente Dilma Rousseff, “o Brasil fica mais forte com os protestos e que o governo ouça as vozes pela mudança. O Brasil acordou hoje mais forte. É bom ver tantos jovens e adultos, o neto, o pai, o avô juntos com a bandeira do Brasil cantando o hino nacional, dizendo com orgulho ‘eu sou brasileiro’ e defendendo um país melhor. O Brasil tem orgulho deles”.
 
Será que a Igreja Evangélica tem a coragem de se unir e levar as ruas o Senhor Jesus? Levar os princípios do Evangelho para as ruas é uma atitude que agrada a Deus. O ministério de Jesus foi público, pacífico e abençoador. Quando viveu aqui na terra, Jesus atraiu multidões, mas sempre se compadeceu dela, a tratou com dignidade e liberalidade. O Cristão não pode se envergonhar do Evangelho.
 
A igreja precisa levar às ruas a pessoa de Jesus, o Messias. É missão da Igreja dizer ao mundo inteiro que Jesus é Senhor, salvador e Aquele que cura, consola e transforma. A igreja possui uma missão mais externa do que interna. Quantas vezes estamos presos ou confinados dentro de templos e não temos coragem de ir às ruas falar de Jesus. É bom lembrar que a palavra igreja em sua etimologia significa “chamados a sair para fora”.
 
A igreja precisa levar às ruas a mensagem de justiça. O Reino de Deus é de justiça. Jesus é o sol da justiça que precisa brilhar com mais intensidade. Uma onda de injustiça está varrendo o nosso país. Onde há justiça há honestidade, há progresso, há dignidade e alegria. A injustiça é geradora da corrupção, talvez o maior problema do nosso Brasil hoje.  
 
A igreja precisa levar às ruas a mensagem de paz. Jesus Cristo é o príncipe da paz. O Reino de Deus é de paz. Esta paz precisa habitar em nossos corações e ser o árbitro dele. Viver em paz com Deus é bem mais fácil do que viver em paz com o próximo. Infelizmente o ódio, a inveja, a perseguição e a maldade têm ocupado corações até de pessoas que se dizem cristãs. O oposto da paz é a violência. O Brasil não suporta mais assistir tantos atos de violência, tantas mortes, assaltos, homicídios, roubos, agressões, etc. É preciso dar uma basta na violência em nosso país que é conhecido como “país cristão”, mas ao mesmo tempo como “o país da violência”. 
 
Que os governantes ouçam as vozes pela mudança e que os protestos fortaleçam o país.
 
Que Deus salve nosso Brasil, por misericórdia.
 
Rev. Anderson Sathler - Pastor da Igreja
Igreja Presbiteriana de Manhuaçu
Praça 5 de Novembro 406 . Centro . Manhuaçu . Minas Gerais
Telefone: 33. 3331.1055
w3vision