YoutubeFacebook

A IPM

História

MAIS DE 100 ANOS DE LUTAS E VITÓRIAS

Foi a 12 de agosto de 1859 que chegou ao Brasil o Missionário Norte Americano Ashbel Green Simonton, o qual logrou êxito na implantação da Igreja Presbiteriana do Brasil. A Primeira Igreja Presbiteriana do Brasil foi organizada na cidade do Rio de Janeiro, a 12 de janeiro de 1862. Ela é denominada IGREJA PRESBITERIANA DO RIO (A Catedral Evangélica de Portas Abertas).

A Igreja Presbiteriana de Manhuaçu (IPM) é a primeira Igreja evangélica que surgiu no município de Manhuaçu-MG. Hoje, já existem mais de 100 igrejas evangélicas em todo o município.

Sua história está fortemente ligada ao processo de implantação do presbiterianismo no Leste de Minas Gerais.

A 13 de janeiro de 1824 chegaram ao Rio de Janeiro os imigrantes que deixaram a Europa em busca de uma vida pacífica. Da cidade do Rio de Janeiro foram para Nova Friburgo-RJ e de lá vieram para o Leste de Minas. A primeira Igreja Presbiteriana organizada aqui foi a de Alto Jequitibá, a 09 de março de 1902, a “Igreja Mãe” da IPM. A Igreja Presbiteriana de Alto Jequitibá foi o centro de irradiação do Presbiterianismo para toda Região, Vale do Rio Doce, Estado do Espírito Santo e Norte do Estado do Rio de Janeiro.

Sabe-se que em 1885 migrou de Nova Friburgo-RJ para a região de Manhuaçu o Sr. Conrado Jorge Heringer, Luterano, trazendo farta literatura evangélica para distribuir. Esta literatura serviu como instrumento para a conversão de muitas vidas, pois o fermento Divino influenciou poderosamente e logo vieram, em 1901, os Reverendos John Merryll Kyle e Mathathias Gomes dos Santos, os implantadores, para batizar e professar a fé dos convertidos. Um grupo de fiéis solicitou ao Presbitério do Rio de Janeiro a organização da IPM, o que ocorreu a 07 de junho de 1905, com a seguinte grafia “Egreja Evangélica Presbyteriana do Manhuassú”. O Rev. Franklin do Nascimento presidiu todo o processo de organização, que contou com a presença dos Presbíteros João Leandro de Faria e Christiano César, ambos da IP de Alto Jequitibá. No início já havia um modesto templo construído em terreno doado pela irmã Madalena Elizabeth Berbert Heringer, na Barra do Jequitibá. Na organização foram arrolados 44 membros maiores através de cartas de transferências expedidas pela IP de Alto Jequitibá. O pastorado da nova igreja foi entregue ao seu primeiro ministro: Rev. Manoel Alves de Brito. Os primeiros oficiais eleitos foram: Presbíteros João Jacob Heringer e Antônio Goulart de Faria; Diáconos Antônio Francisco Xavier e Lino Luís da Silva.

A IPM já enfrentou momentos bem difíceis em sua trajetória, mas Deus sempre a sustentou, concedendo-lhe vitórias. Nada, porém, arrefeceu o ímpeto e a paixão evangelística do povo de Deus. Algumas igrejas foram organizadas através da IPM, consideradas “Igrejas Filhas”: IP Breder, IP Caputira, IP Reduto, IP São Pedro do Avaí, 2ª IPM e 3ª IPM.

Para comemorar seu 1º Centenário, o Conselho aprovou uma vasta programação para o ano de 2005 e inaugurou, no dia 01 de maio de 2005, as adequações arquitetônicas realizadas em seu templo que está localizado no “coração da cidade” de Manhuaçu.

A IPM possui 07 Presbíteros, 19 Diáconos, 04 Congregações: 1ª) Betel, em S. João do Manhuaçu; 2ª) Monte Sião, em Santo Amaro; 3ª) Simonésia; 4ª) Santana, 03 evangelistas, todas as Sociedades Internas, Ministério da 3ª Idade, Ministério de Louvor, Ministério de Missões, Oficina de Costura(SAF), Serviço DISQUEPAZ, compromisso mensal de sustento parcial de vários missionários no Brasil e no exterior, 475 membros maiores e 128 menores. Seu atual Pastor é o Rev. Anderson Sathler, casado com a Professora Delza Cunha do Nascimento Sathler, pai de Plínio, casado com Carla, e Andressa, casado com Ademir Júnior, avô de Amanda (filha de Andressa e Júnior). O pastor auxiliar é o Rev. Alberto Henrique Stauffer Sperber, casado com Aletheia Menks Sperber e pai de Sarah Menks Sperber e Laura Menks Sperber.

 

Linha do Tempo

1823 - 24 de junho - Saída dos emigrantes da Europa para o Brasil
1824 - 13 de janeiro - Chegada dos imigrantes ao Rio de Janeiro. 03 de maio - Chegada os Alemães à Nova Friburgo.
1862 - 12 de janeiro - Prgamozação da "Igreja-Avó" IP do Rio de Janeiro. Fundador: Rev. Ashbel Green Simonton.
1885 - Conrrado Jorge Heringer chega a Manhuaçu
1901 - Os implantadores: Rev. Dr. John Merrill Kyle e Rev. Matthathias Gomes dos Santos pregam e batizam os primeiros convertidos em Manhuaçu.
1902 - 09 de março - Organização da "Igreja-Mãe" Ip Alto Jequitibá.
1905 - Construção do primeiro templo - 07 de junho, Organização da IPM.
1906 - Primeiro Pastor - Rev. Manoel Alves de Brito.
1909 - Aprovação do Estatuto Pessoa Jurídica.
1912 - 10 de agosto - Inauguração do segundo tempo na cidade de Manhuaçu.
1913 - Construção da primeira casa pastoral.
1923 - 01 de março - Inauguração do Ginásio Evangélico de Manhuaçu
1928 - Remodelação do segudo templo.
1947 - Inicio do pastorado mais longo, Rev. Antônio Godoy (12 anos).
1956 - Inauguração da segunda casa pastoral.
1964 - 01 de maio - Organização da segunda IP de Manhuaçu.
1974 - Culto de despedida e Inicio da demolição do segundo templo.
1980 - 07 de junho - Inauguração do terceiro templo.
1987 - 17 de março - Organização da Oficina Esther Maria do Carmo Póvoa.
1990 - 28 de janeiro - Organização da terceira IP de Manhuaçu.
1994 - 31 de dezembro - Inauguração da terceira casa pastoral.
2000 - Inauguração do complexo de salas para escola dominical, conselho e junta diaconal.
2005 - Ano do primeiro centenário. 01 a 07 de junho, Semana do Centenário.


Igreja Presbiteriana de Manhuaçu
Praça 5 de Novembro 406 . Centro . Manhuaçu . Minas Gerais
Telefone: 33. 3331.1055
w3vision